quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

QUARTO DIA ÚTIL APÓS MUDANÇAS NO CENTRO É DE CAOS NO TRÂNSITO


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Mais um fato da tragicomédia do transporte coletivo e da mobilidade urbana no Rio de Janeiro. Não bastassem os engarrafamentos de sempre, os semáforos pifaram, deixando o tráfego ainda mais confuso. E há quem diga que tudo isso é apenas coincidência e que o modelo adotado é maravilhoso. Vá entender.

Quarto dia útil após mudanças no Centro é de caos no trânsito

Por Tiago Federico - Jornal O Dia

Rio - O trânsito esteve caótico nos principais acessos ao Centro do Rio na manhã desta quinta-feira. Na Ponte Rio-Niterói, o motorista perdeu pelo menos 50 minutos, com trânsito lento em toda a extensão. Não bastasse os transtornos enfrentados no trânsito após as mudanças no Centro do Rio, uma falha na comunicação dos semáforos da cidade complicou ainda mais a vida dos motoristas na região.

Os motoristas encontraram trânsito lento na chegada ao Centro pela Avenida Brasil, na altura do Into, e no Viaduto do Gasômetro, logo na descida para a Avenida Francisco Bicalho. O panorama era o mesmo para quem seguia pela Avenida Francisco Bicalho, no sentido Cidade Nova. Trânsito lento também na Via Binário, Avenida Venezuela e Rua Camerino, que apresentava retenção próximo da Avenida Marechal Floriano.

Ainda assim, este trajeto era melhor que o Trevo das Forças Armadas e a Avenida Presidente Vargas, que tinha lentidão no sentido Candelária a partir da Cidade Nova. O trânsito também era intenso na Avenida Passos, Praça Tiradentes e Avenida República do Paraguai.

O trânsito também estava lento na Rua Benedito Hipólito e ao longo do Elevado 31 de Março, em direção à Zona Sul. Muitos motoristas escolheram esta rota para fugir do trânsito do Centro, mas acabaram enfrentando retenções na chegada à Rua Pinheiro Machado, em Laranjeiras, no sentido Botafogo. A melhor opção para a Zona Sul foi o Túnel Rebouças ou Aterro do Flamengo - mesmo com carreata de taxistas - , via Região Portuária e Avenida Passos e Lapa.

Falhas nos sinais piora ainda mais o tráfego 

De acordo com o Centro de Operações Rio, foram identificadas falhas nas centrais semafóricas de alguns pontos da Zona Sul, Centro e Zona Norte. Tiveram problemas também os semáforos da Rua Conde de Bonfim, no cruzamento com a Rua Uruguai, e em diversos trechos da Avenida Dom Hélder Câmara, na Zona Norte, e na Avenida Francisco Bicalho. Na Zona Sul, os semáforos com problemas foram na Avenida Borges de Medeiros, na altura da Rua J.J Seabra, na Lagoa, e na Rua das Laranjeiras.

Equipes da CET-Rio e da Guarda Municipal foram acionadas para operarem nos locais mais afetados. Também foram enviadas equipes de manutenção para reparar o defeito. Mais cedo, o sinais da Avenida Presidente Vargas, na altura da Central do Brasil, apresentou problemas, mas já voltaram a funcionar. O sistema de 11 centrais foi totalmente restabelecido no fim da manhã.

Trânsito caótico do Centro do Rio afeta Região Metropolitana

As dificuldades não foram apenas para atravessar a Ponte, em Niterói. Quem vinha de São Gonçalo, por exemplo, também sofreu. Segundo a Autopista Fluminense, foram cinco quilômetros de congestionamento na BR-101, do km 316 ao km 321, entre as regiões de São Gonçalo e da Avenida do Contorno.

Saindo de Duque de Caxias, a situação era parecida. A Rodovia Washington Luiz, segundo a Concer, esteve congestionada entre o km 117 e o km 125, no sentido Rio, devido à retenção na Linha Vermelha e Avenida Brasil.

Vindo pela Dutra, motorista que saía de Nova Iguaçu, Belford Roxo, São João de Meriti, Queimados, entre outros municípios da Baixada Fluminense, encontrou retenção na chegada ao Rio, no trecho entre a Pavuna e Irajá, no acesso à Avenida Brasil.

As péssimas condições de tráfego da Linha Vermelha e da Avenida Brasil foram reflexos da chegada ao Centro, que apresentava retenção. Quem vinha pela Avenida Brasil, por exemplo, ficava preso no trânsito, saindo da Zona Oeste, a partir de Coelho Neto. Às 10h, a lentidão era a partir da altura da BR-040. Na Linha Vermelha, as dificuldades, no sentido Centro, começaram na altura da Infraero e seguiam até o Caju.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...