terça-feira, 28 de janeiro de 2014

PASSARELA CAI SOBRE A LINHA AMARELA E DEIXA QUATRO MORTOS NO RIO DE JANEIRO


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Junta-se um modelo ao mesmo tempo autoritário e imprudente de mobilidade urbana, adotado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, e a péssima logística que envolve a economia do Grande Rio. Um caminhão gigante, que só deveria descarregar objetos em algum galpão de uma rodovia, se dirige por avenidas da cidade mesmo tendo tamanho maior do que o determinado para certas vias. Resultado: um caminhão com altura maior que a autorizada atingiu uma passarela e, como o acidente, causou a morte de quatro pessoas.

Com tantas tragédias ocorrendo por causa do descaso da Prefeitura, a impressão que se tem é que Eduardo Paes deveria ser condenado por homicídio culposo de centenas de pessoas mortas em acidentes que vão de prédios antigos explodindo até passarelas caindo, violência em UPP, atropelamento de BRTs, acidentes de ônibus, enchentes etc.

Quanto ao acidente, os destroços atingiram também um carro e um ônibus que passavam pelo local.

Passarela cai sobre a Linha Amarela e deixa quatro mortos no Rio de Janeiro

Do Portal Terra

Um caminhão derrubou a estrutura de uma passarela por volta das 9h15 desta terça-feira na Linha Amarela, uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro. Pelo menos dois automóveis, um em cada sentido da via, foram esmagados pela queda. Quatro pessoas morreram, e pelo menos quatro ficaram feridas, de acordo com a concessionária Lamsa. A Linha Amarela está completamente interditada nos dois sentidos devido ao acidente.

A carreta com altura maior do que a permitida teria tentado passar por baixo da passarela, que tem cerca de 4,5 metros de altura, e assim derrubado a estrutura de metal. O veículo estaria com a caçamba erguida, de acordo com informações preliminares. O acidente aconteceu entre os acessos 4 e 5 da Linha Amarela, em Pilares, e causa grande engarrafamento nos dois sentidos da via.

O chefe executivo do Centro de Operações Rio, Pedro Junqueira, pediu que motoristas evitem a Linha Amarela por conta da operação de resgate das vítimas, em entrevista à rádio CBN. A concessionária Lamsa, que administra a rodovia, recomenda que motoristas busquem utilizar o Alto da Boa Vista ou a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá.

O trânsito de caminhões é proibida na via antes das 10h. O veículo que derrubou a passarela seria da empresa Arco da Aliança, empresa que presta serviço para prefeitura. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), foi ao local da tragédia e confirmou que o veículo trafegava em horário irregular. Os feridos em função da queda da estrutura foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, o Hospital Federal de Bonsucesso e o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.

ATENÇÃO: Linha Amarela fechada nos dois sentidos. Opções são a Av. Brasil, Est. Grajaú-JPA, Alto da Boa Vista, Lagoa-Barra e Linha Vermelha. — Centro de Operações (@OperacoesRio) 28 janeiro 2014

O Centro de Operações Rio acionou um plano de contingência por conta do acidente, e operadores orientam os motoristas nas ruas próximas à Linha Amarela. Agentes da Guarda Municipal foram mobilizados para realizar a escolta de veículos envolvidos na operação de socorro às vítimas. Os hospitais municipais Souza Aguiar, Miguel Couto e Lourenço Jorge receberam reforço de efetivo para atender os feridos.

Pelo menos uma pessoa caiu no córrego que divide os dois sentido da via e foi resgatada por populares. O Corpo de Bombeiros retirou pessoas dos carros atingidos em uma operação de resgate que contou com a ajuda de helicópteros e pessoas que passaram pelo local. O trânsito está completamente interrompido na região; as saídas estão liberadas, mas há grande congestionamento e todos os acessos estão fechados. A Defesa Civil realiza vistorias no ponto do acidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...