segunda-feira, 18 de novembro de 2013

NO RJ, 1º DIA DE BLOQUEIO DA RODRIGUES ALVES TEM TRÂNSITO SEM RETENÇÕES

 

COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A menos de uma semana do dia anunciado para a demolição do Viaduto da Perimetral, o trânsito da Zona Portuária do Rio de Janeiro se deu sem muitos problemas. Em certos trechos e em dados momentos, o trânsito foi intenso e até com certa lentidão, mas não houve congestionamentos.

A Av. Rodrigues Alves foi fechada para o tráfego na última quinta-feira. Situada sob a Perimetral, a área passará por obras, depois da demolição e da retirada do entulho, que incluirão a construção de um mergulhão e a urbanização de seu entorno. No próximo dia 24, a primeira etapa da demolição acontecerá, incluindo implosões, entre o trecho da Rodoviária Novo Rio e a Praça Mauá. A segunda etapa, sobre o Hospital Geral da Marinha e o entorno do Aeroporto Santos Dumont, ocorrerá depois, com a conclusão dos trabalhos prevista para 2016.

No Rio, 1º dia de bloqueio da Rodrigues Alves tem trânsito sem retenções

Por Paula Bianchi - Portal Terra

O primeiro dia útil de bloqueio da avenida Rodrigues Alves ocorre sem retenções significativas no trânsito do Rio de Janeiro. A via, que passa por baixo do Elevado da Perimetral desativado no início de novembro, foi fechada na última quinta-feira. Segundo a prefeitura, 400 fiscais foram deslocados pelo centro e região portuária para orientar os motoristas.

Apesar do agravante da volta do feriado, as vias centrais da cidade registraram trânsito intenso em alguns pontos, mas com fluxo constante na manhã desta segunda-feira. Na rodoviária, usuários relataram dificuldades para pegar táxis, fato considerado normal devido ao horário pela Secretaria de Transportes.

No fim de semana, a prefeitura notificou o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) e a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) para que punisse a rodoviária Novo Rio caso operasse com uma quantidade de ônibus acima de sua capacidade. A medida, aliada ao uso de transporte público e vias alternativas para chegar até à região, ajudou a minimizar os transtornos, na visão da prefeitura.

Questionados pela reportagem do Terra, técnicos que organizavam o trânsito acreditam que parte dos cariocas preferiu adiar a volta para depois do feriado de quarta-feira, quando o Rio de Janeiro comemora o Dia da Consciência Negra. Também foram feitas mudanças de última hora nas direções das vias na zona portuária. A via Binário ganhou uma faixa reversível e a rua Sacadura Cabral teve o trânsito revertido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...