terça-feira, 30 de abril de 2013

CICLISTA MORRE ATROPELADO POR ÔNIBUS NA ZONA SUL DO RJ


O ciclista e dentista Pedro Nikolay, de 30 anos, morreu atropelado pelo ônibus da Transportes Vila Isabel na Avenida Vieira Souto, em Ipanema. O ônibus operava na linha 433 Vila Isabel / Leblon (Via Lapa) e o veículo não foi identificado na ocasião do acidente, às 10:10 h de hoje.

Ironicamente, o sistema de ônibus - dentro do modelo tecnocrático lançado pela ditadura militar e tido como "moderno" atualmente pelas autoridades - estava na pauta do programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, exibido pouco depois do incidente.

No último fim de semana, na noite do último sábado, um homem foi imprensado e jogado contra um poste num trecho da Estrada dos Três Rios, em Freguesia, região de Jacarepaguá, depois de ser atropelado por um ônibus, provavelmente da Viação Redentor (a empresa não foi creditada pela imprensa).

A exemplo do acidente de hoje, o motivo teria sido o fato do motorista ter avançado no sinal vermelho. Com Pedro Nikolay, são pelo menos 12 os mortos este mês em acidentes de ônibus no Rio de Janeiro, incluindo um BRT que atingiu um carro, matando um motorista, no Recreio dos Bandeirantes, no último dia 21.

Pedro Nikolay é a segunda pessoa dotada de alguma celebridade a morrer na série de acidentes envolvendo ônibus do Rio de Janeiro este ano. Antes, no dia 01, morreu, de forma semelhante, a produtora da TV Globo, Gisella Matta, que trabalhou no programa Amor e Sexo, além do canal GNT.

SMTR FALA GROSSO DEMAIS, MAS O PROBLEMA É QUE O SISTEMA É DECADENTE

A Secretaria Municipal de Transportes Rodoviários (SMTR) que controla o sistema de ônibus municipais do Rio de Janeiro, tenta falar grosso e exigir das empresas maior eficácia no serviço e no preparo de motoristas. O secretário Carlos Roberto Osório chega a falar como se fosse um sargento do exército.

No entanto, o que se sabe é que esse modelo de transporte implantado em 2010 é que é decadente. Ele é defasado, por seguir uma linha implantada em Curitiba durante a ditadura militar que não traz mais respostas definitivas para a atual realidade da mobilidade urbana.

Além disso, há uma grande confusão entre regular o sistema e mandar no sistema, e o poder concentrado da SMTR não significa maior responsabilidade nem eficácia. Além disso, a pintura padronizada tira de cada empresa a identidade visual e a autonomia operacional que estimulariam as empresas a agir melhor no seu serviço.

Sem uma identidade a zelar, as empresas de ônibus, vendo que suas frotas simbolicamente são "usurpadas" pela Prefeitura que mantém seu monopólio de imagem sobre as frotas de ônibus. Isso acaba tirando das empresas a responsabilidade de investir nos ônibus, porque, ideologicamente, eles "pertencem" a Prefeitura carioca, por apresentarem apenas a marca dela, expressa nos "consórcios".

Isso explica por que, depois de 2010, ocorrem tantos acidentes e os ônibus, mesmo novos, circulam com lataria amassada, para-choques quebrados, pneus carecas e por que os motoristas sobrecarregados, seja pela dupla função de dirigir e cobrar passagens, seja para cumprir horários em uma cidade com trânsito difícil, estão causando mais acidentes.

Um dia esse modelo de 2010 terá que ser revogado. Não adianta presentear a população com mais ônibus com piso baixo, articulados ou com ar condicionado. Serão apenas ônibus novos para mais acidentes e mais mortos e feridos.

sábado, 20 de abril de 2013

MOTORISTA DA JABOUR AMEAÇOU PASSAGEIRO COM ARMA


O motorista de um ônibus da Auto Viação Jabour foi preso e depois demitido após ameaçar um passageiro com uma arma, na tarde de anteontem. A ocorrência ocorreu quando o ônibus, que atuava na linha 864 Campo Grande / Marechal Hermes (via Bangu Shopping), estava superlotado.

O jovem passageiro, Renato Damasceno, havia prendido a mão na roleta, enquanto tentava passar por ela, e discutiu com o motorista José da Costa Lucas, de 60 anos. Irritado, o motorista saiu do ônibus e, sacando um revólver, disse para o passageiro descer do ônibus e brigar com ele numa rua do Campo Grande.

O passageiro alegou que não queria sair do ônibus porque havia câmeras do circuito interno de TV no centro do veículo, enquanto que na rua isso não havia. O motorista, aborrecido, voltou ao ônibus e seguiu viagem, enquanto no desembarque seguinte, o jovem aproveitou para sair do ônibus e ir para a delegacia do Campo Grande, para registrar a ocorrência.

José da Costa, depois de preso, foi condenado a uma fiança de R$ 10 mil reais e esperar o processo judicial em liberdade.

INTERMEDIAÇÃO - Para perceber como está o sistema de ônibus do Rio de Janeiro, a decisão de demissão do motorista torna-se indireta e intermediada, sem qualquer ação direta e rápida. A Secretaria Municipal de Transportes ordenou ao Consórcio Santa Cruz, que controla a Jabour, a demitir o motorista.

Em outros tempos, bastava a própria Jabour decidir pela medida. Sistema burocrático demais.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

ÔNIBUS INVADE CALÇADA E DERRUBA BANCA EM VILA VALQUEIRE


Um ônibus invadiu, na manhã de hoje, uma calçada após bater em um carro no subúrbio de Vila Valqueire, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O ônibus da Transportes Estrela, que servia a linha 363 Vila Valqueire / Praça 15, ainda derrubou uma banca de chaveiros.

O ônibus também atingiu a frente de um prédio e deixou três feridos, que foram encaminhados para um hospital. A polícia investiga as causas do acidente, que podem ter sido causado por um motorista do automóvel. Mesmo assim, o ônibus envolvido já acumulava 17 multas por infrações no trânsito.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

ÔNIBUS DE PISO BAIXO SOFRE INCÊNDIO NA BARRA DA TIJUCA


Um ônibus de piso baixo da Translitorânea Turística foi incendiado na manhã de hoje enquanto passava pela Avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Os passageiros foram retirados a tempo, por isso não houve feridos. Os bombeiros haviam chegado no local e às seis e meia da manhã o fogo já havia sido controlado.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

ÔNIBUS INVADE LANCHONETE E FERE QUATRO PESSOAS


Um ônibus invadiu uma lanchonete, derrubou uma banca de jornais e revistas e causou o ferimento de quatro pessoas esta manhã, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

O ônibus da Transportes Estrela Azul havia perdido a direção na Rua Visconde de Pirajá, famosa rua do bairro de Ipanema, e atingiu não apenas a entrada de uma lanchonete como parte da entrada de um edifício residencial. Com o acidente, a área foi interditada pela Defesa Civil.

O acidente ocorreu na manhã de hoje, e bombeiros do quartel de Copacabana foram chamados para socorrer as vítimas que, levemente feridas, não precisaram ser hospitalizadas. O tráfego de veículos ficou interditado e só foi liberado às 9:25.

FALECIDOS - Juntando os últimos acidentes com o ônibus da Futuro, no Leblon, o da Paranapuan, no Viaduto Brigadeiro Trompowsky e o da Rubanil em Quintino, são dez os mortos. O acidente da Futuro havia matado a produtora de TV Gisela Matta, atropelada enquanto passeava de bicicleta pelo local e o acidente da Paranapuan matou sete pessoas.

Nos últimos dias, faleceu a jovem Tatiana Ferreira Lúcio, atingida pelo ônibus da Rubanil, que já foi enterrada. Já um jovem de 18 anos, que não havia sido identificado, vítima da queda do ônibus da Paranapuan, havia falecido na última segunda-feira.


sexta-feira, 12 de abril de 2013

INCIDENTES COM TRENS CARIOCAS, ACIDENTE COM ÔNIBUS EM SP


Incidentes ligados ao sistema de transporte põem em xeque o modelo administrativo que concentra os poderes no Estado, que em vez de ser o regulador do transporte coletivo, torna-se o chefe maior do setor, o que não é a mesma coisa. Afinal, concentração de poder não significa necessariamente maiores responsabilidades, não raro chega a ser o inverso.

Pois no sistema de trens do Rio de Janeiro, que sabemos ser altamente deficitário, um trem que partia, na noite de ontem, da estação da Central do Brasil, no centro carioca, com destino para Santa Cruz, na Zona Oeste, descarrilou a 700 metros da partida. O equipamento sofreu curto circuito e ficou danificado. Apesar da necessidade de chamar os Bombeiros para o local, não houve feridos. Havia 400 passageiros no trem.

Hoje de manhã um trem saiu superlotado que percorria a área entre as estações de Deodoro e Vila Militar, na Zona Norte, em virtude dos atrasos constantes que os comboios sofrem na cidade. Um passageiro que estava em pé numa das portas de acesso caiu e, ferido, foi encaminhado para o Hospital Albert Scwheitzer, em Realengo.

Já na noite de ontem, na Estada M'Boi Mirim, em São Paulo, um ônibus da empresa CooperPam que servia uma linha entre o Jardim Vera Cruz e o Capão Redondo sofreu um acidente, derrubando um poste e um semáforo. O ônibus ficou danificado e 22 pessoas saíram feridas, sendo encaminhadas para hospitais da região.

PERNAS AMPUTADAS - A jovem Tatiana Ferreira Lúcio, uma das quatro vítimas do acidente da linha 685 Méier / Irajá, em Quintino, Zona Norte do Rio de Janeiro, continua internada em estado grave, no momento da edição deste texto.

A paciente, internada no Hospital Salgado Filho, no Méier, está em coma induzido e passou por uma cirurgia de amputação de duas pernas. Ela é servente e tem quatro filhos. Quanto ao ônibus que a atingiu, da Viação Rubanil, ele havia sofrido 21 multas por causa das diversas infrações causadas pelo motorista.

A padronização visual dos ônibus e a dupla função de motoristas cobrando passagens estão associadas a vários problemas relacionados ao sistema de ônibus no Rio de Janeiro. A padronização visual não impede que ônibus sofram irregularidades nos registros, como no ônibus da Paranapuan que caiu no viaduto Brigadeiro Tromposwky, e a dupla função contribuiu para esse trágico acidente e de outros que atingem os ônibus cariocas.

Portanto, quanto ao sistema de ônibus do Rio de Janeiro, Eduardo Paes mexeu em time que estava ganhando. Em vez de acabar com os defeitos que o sistema de ônibus carioca tinha antes de 2010, eliminou as qualidades que havia e os defeitos existentes se tornaram cada vez piores, causando até tragédias.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

ÔNIBUS INVADE POSTO E DEIXA FERIDOS EM QUINTINO, SUBÚRBIO DO RJ

FOTO DO JORNAL EXTRA

Um ônibus da Viação Rubanil que servia a linha 685 Méier / Irajá se chocou com um carro e invadiu um posto de combustíveis na altura do bairro de Quintino, entre o Engenho de Dentro e Cascadura, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O acidente aconteceu por volta das 14 horas de hoje, e deixou quatro feridos, um deles em estado gravíssimo. Os três feridos não eram passageiros e estavam passando pelo local. Tatiana Lúcia, de 29 anos, seu filho e uma senhora conhecida como Paula, eram as vítimas identificadas. Tatiana corre risco de morrer.

Os feridos estão internados no Hospital Salgado Filho, no Méier. A quarta vítima foi para uma UPA no Engenho de Dentro. O motorista do ônibus declarou que sofria de labirintite. O posto de gasolina estava desativado e sua estrutura ficou abalada com o acidente.

terça-feira, 2 de abril de 2013

EM DOIS ACIDENTES COM ÔNIBUS, OITO PESSOAS MORREM NO RJ


Duas tragédias relacionadas com ônibus municipais do Rio de Janeiro ocorreram em menos de três dias.

Na segunda-feira passada, na manhã, a produtora Gisela Matta, que fazia parte da equipe do canal pago GNT e do programa Amor & Sexo, da Rede Globo, morreu depois de ser atropelada por um ônibus, na esquina das avenidas General San Martin e Bartolomeu Mitre, no Leblon.

Ela tinha 36 anos e chegou a ser internada, mas não resistiu aos ferimentos causados quando o ônibus a atingiu durante um passeio de bicicleta pelo bairro. O ônibus era da Futuro Transportes, linha 354 Praça 15 / Cidade de Deus (Via Copacabana).

Já na tarde de hoje, por volta de 16:30, um ônibus da Transportes Paranapuan, que servia a linha 328 Castelo / Bananal, caiu do Viaduto Brigadeiro Tromposwky, que liga o bairro de Bonsucesso à Ilha do Governador junto à Av. Brasil, causando pelo menos sete mortes. Até o momento, seis feridos foram noticiados.

No acidente mais recente, bombeiros das lotações de Ramos, Benfica, Penha, Méier, Ilha do Fundão e do Grupamento de Busca foram chamados para socorrer as vítimas. Os feridos foram levados para o Hospital de Bonsucesso e Hospital Sousa Aguiar. Uma mulher de 59 anos que passava pelo local se sentiu mal ao ver a situação e também foi internada.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...