sexta-feira, 28 de setembro de 2012

JUSTIÇA DECRETA FALÊNCIA DA BUSSCAR


Na tarde de ontem, o juíz Maurício Cavallazi Povoas, da 5ª Vara Cível de Joinville (SC), decretou a falência da fabricante de ônibus Busscar, que tinha mais de 60 anos de existência, incluindo o tempo em que, até 1990, era conhecida como Carrocerias Nielson, empresa sediada naquele município catarinense.

Foi determinado o prazo de 90 dias anteriores à data de protocolo da ação de recuperação judicial na Justiça como data inicial da falência. A empresa teve que suspender todas as atividades, através das quais tentava manter a produção de ônibus como tentativa de superar a crise financeira.

O Instituto Rainoldo Uessler, especializado em auditorias, pérícias, reavaliações e administração de inventários, foi designado para cuidar da administração judicial da falência, tornando-se responsável por todos os compromissos relacionados, além da apresentação de todos os relatórios necessários.

O juíz Maurício Povoas também decretou o lacre das empresas do grupo Busscar: Busscar Ônibus S.A., Bus Car Investimentos e Empreendimentos Ltda., Buscar Comércio Exterior S.A., Lambda Participações e Empreendimentos S.A., Nienpal Empreendimentos e Participações Ltda.. A Tecnofibras HVR Automotiva S.A. e a Climabuss Ltda. foram autorizadas a continuar funcionando provisoriamente, pelo prazo de um mês.

A decisão da falência foi tomada depois da realização da Assembleia Geral de Credores, depois de duas sessões interrompidas em 22 de maio passado e no último dia 25. Não houve aprovação unânime do Plano de Recuperação da Busscar, o que inviabilizou esse projeto, que livraria a empresa catarinense da falência.

A Busscar pode recorrer da sentença judicial. Advogados da empresa já estudam a possibilidade de entrar com essa ação e evitar o processo de falência, constituindo na última esperança de haver possibilidade de recuperação da empresa, que não é nula.

A Busscar surgiu em 1946 como Carrocerias Nielson, sempre com sua sede em Joinville. Tornou-se famosa pela família de ônibus rodoviários intitulada Diplomata, iniciada em 1961 e encerrada em 1990. Era considerada uma das mais prestigiadas fabricantes de ônibus do Brasil. O nome Nielson deixou de ser publicamente difundido em 1990 e juridicamente denominado em 1998, substituído, em ambos os casos, pelo nome Busscar.

Há 25 anos a empresa havia retomado a fabricação de ônibus urbanos desativada em 1961, com a linhagem intitulada Urbanus (depois rebatizada para Urbanuss). Mas, curiosamente, em Santa Catarina alguns ônibus Diplomata chegaram a ser adaptados para a estrutura de ônibus urbanos.

Um comentário:

  1. Lamentável e, com isso, não tem mais carrocerias urbanas com os ventiladores em formato de bolotas que era desde do Ciferal-Leme nos anos 70.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...