domingo, 17 de junho de 2012

ÔNIBUS RECEBEM UMA MULTA DE TRÂNSITO A CADA 7 MINUTOS NO RIO


COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: Até pouco tempo atrás, era tabu fazer críticas ao modelo de transporte do Rio de Janeiro implantado por Alexandre Sansão, secretário de transportes da gestão do prefeito carioca Eduardo Paes. Tinha busólogo que partia para calúnias mesmo, gente irritada achando que era trololó. Mas a realidade mostra que as críticas e denúncias são verdadeiras, e a parte reacionária dos busólogos cariocas tem que engolir seco com a realidade pouco agradável ou então limitar seus desaforos e ofensas para as redes sociais, cujo acesso é mais privativo, através de senhas.


Em tempo: muitas infrações cometidas por motoristas de ônibus se devem à relação entre trânsitos congestionados e pressão da Prefeitura do Rio de Janeiro para o cumprimento rigoroso de horário, dentro de condições, no entanto, bastante opressivas. E mais: depois dos dois trágicos acidentes, um no Caju e outro em Vila Kennedy, já ocorreu um outro com um BRT, em Guaratiba, sem vítimas, e outro com um ônibus da Auto Viação Bangu, com um morto e três feridos.

Ônibus recebem uma multa de trânsito a cada 7 minutos no Rio

Por Marcelo Dias - Jornal Extra

Na matemática das ruas, quanto é a soma da imprudência ao volante com a falta de fiscalização no transporte público? Até abril, essa resposta era a de uma multa de trânsito a cada sete minutos e quatro segundos para os motoristas de ônibus que trafegam na capital. De acordo com estatísticas do Detran, essa é a marca cravada pelas empresas de janeiro a abril deste ano, num total de 24.619 infrações.

E, pelo andar da carruagem, os ônibus chegarão ao fim do ano com o pé embaixo no desrespeito às leis de trânsito. Mantida a atual proporção, serão anotadas mais de 73,8 mil multas até lá. Assim, cada um dos coletivos terá recebido em média 8,58 infrações — mais do que o dobro registrado pelo Detran entre agosto de 2007 e agosto de 2008.

Assim, cada motorista de ônibus do Rio já foi multado, em média, pelo menos uma vez até abril. Nesse ritmo, o prontuário de infrações terá acumulado mais de quatro infrações no fim de 2012.

Para evitar que isso aconteça, a Secretaria municipal de Transportes diz que dispõe de 350 homens entre fiscais e policiais militares, que fazem bico, a serviço da prefeitura. Ou seja: cada agente tem que dar conta de 24,5 ônibus em toda a cidade.

Nessa conta que não fecha na relação entre fiscalização e respeito à lei, fica a promessa feita, há mais de dois anos, pelo secretário de Transportes, Alexandre Sansão.

— O sistema vai funcionar melhor. O modelo vigente faz com que o poder público tenha poucos instrumentos de regulação do sistema e, de fato, a frágil regulação prejudica a exigência por uma melhor qualidade do serviço — declarou o secretário no dia 29 de abril de 2010, referindo-se ao caos anterior à assinatura do contrato para exploração das linhas de ônibus, firmado em 17 de setembro daquele ano com os consórcios Internorte, Intersul, Transcarioca e Santa Cruz.

Sem resposta

Dentre as principais infrações cometidas nos primeiros quatro meses do ano, destacam-se o excesso de velocidade, com 45,95% do total; e avanço de sinal fechado, com 20,31% das anotações.

Procurada durante dois dias, a Secretaria de Transportes não se pronunciou sobre a quantidade de multas cometidas e nem sobre a qualidade do serviço prestado pelos consórcios. A Rio Ônibus, entidade que reúne as empresas do setor, tampouco respondeu às perguntas.

Às escondidas

Não bastassem as multas de trânsito, as empresas de ônibus cometem outra ao esconder o nome dos motoristas responsáveis. De acordo com o Detran, essa irregularidade valeu aos empresários o envio de mais 18.007 infrações como punição pela falta de identificação dos reais infratores.

Logo, somando-se às multas cometidas de fato nas ruas, as empresas de ônibus receberam 42.626 infrações. Assim, 42,24% desse total corresponde àquelas sem dono, como o EXTRA revelou nesta sexta-feira.

Apesar do deficit de 2.500 motoristas, a Rio Ônibus nega que se trate de uma estratégia para evitar que seus rodoviários fiquem pendurados e com direito de dirigir suspenso quando se atinge 20 pontos no prontuário do Detran, alegando problemas burocráticos.

Ao tomar conhecimento de que as empresas de ônibus omitem a identidade dos motoristas infratores, o prefeito Eduardo Paes ordenou anteontem que a Secretaria de Transportes tome providências e elabore um ranking com os nomes dos piores condutores da cidade.

— Vai ter que divulgar (quem são os motoristas infratores). Já determinei ao secretário Sansão que exija essa informação. Vamos exigir punição para os motoristas que desrespeitam permanentemente. É um absurdo, um escândalo o que aconteceu. É um erro de um indivíduo, mas a partir do momento em que a concessionária omite esse erro passa a ser um erro da concessionária — afirmou Paes.

Roleta de infrações

17 mil

Esta é a quantidade de motoristas de ônibus das empresas da capital.

1,44

Cada motorista já recebeu, em média, 1,44 multa de trânsito de janeiro a abril.

4,34

Mantido o excesso de infrações cometidas, esse será o número médio de multas registradas por cada condutor até dezembro.

8.600

São os ônibus das empresas de transporte do Rio.

2,86

Este é o número médio de multas de cada coletivo de janeiro a abril.

2,86

Segundo o Detran, a relação infração-frota é maior entre motoristas de ônibus. Em abril, os coletivos receberam 51,71% das multas, contra 8,27% dos carros de passeio.

Perigo ao volante

Ao todo, houve 11.313 multas por excesso de velocidade superando em até 20% o limite permitido na via — como no acidente do ônibus da linha 484, nesta terça-feira, na Avenida Brasil, no qual morreram cinco pessoas. O tacógrafo do veículo marcava quase 80km/h num trecho onde a velocidade máxima é de 60km/h.

Imprudência

Os ônibus do Rio de Janeiro receberam 5.002 multas por avanço de sinal.

3 comentários:

  1. Não se pronunciaram, né? É a FARSA da licitação que não é somente nessas multas, mas, algumas linhas, PRATICAMENTE ou TOTALMENTE EXTINTAS como 742 e o 345 (me recuso citar aquele novo número com aquela palhaçada de renumeração que foi uma malandragem de extinguir em definitivo uma linha interna de Campo Grande como 832 - Campo Grande x Corcundinha - Circular, por exemplo). Preparem-se niteroienses o que vem por aí.

    Vendo a reportagem, como sempre, a fanfarronice desse Prefeito principalmente às portas de abertura da campanha eleitoral querendo dar uma satisfação e tal. Podem me cobrar: sem querer o Prefeito POLITIZOU esse setor onde só poderia haver isso com a CTC PRESENTE. Como ela não existe há 16 anos, mesmo assim, a politicagem está presente.

    ResponderExcluir
  2. Uma reportagem do jornal "Extra" de hoje aborda sobre a extinção "temporária" do 345 (me recuso a citar esse novo número porque essas renumerações foram feitas sem critério). Eu sei, em outros lugares, uma acusação grave em cima da Madureira Candelária dizendo que a extinção da linha 336 - Vista Alegre x Praça XV (renumerado para 347) lhe convia.

    É mais um caso dessa licitação que foi uma verdadeira FARSA. E, pela reportagem, me deu a entender que está se tratando linhas de ônibus como se fosse supermercado e isso é um absurdo.

    Existe uma corrente que é a favor dessa pintura padronizada dizendo que é concessão pública e tal, mas, eu acho que esse argumento poderia ser aplicada em não tratar linhas de ônibus como se fosse um supermercado e não dar palpite de pintura que está se provando que está mais para propaganda política.

    Em São Paulo, onde essa gente da Prefeitura se inspirou, há quem diga que o poder dos empresários AUMENTOU e seria isso tratar linha de ônibus como se fosse supermercado?

    E um detalhe: não é somente o 345. Não será surpresa que linhas como 725 e 742 podem estar na mesma situação e porque não extintas nesse momento nesse mês de Junho.

    Ia esquecendo, a extinção do 336 (como 347) foi em 1992.

    O caso do 345 é o retrato de um sistema que INDUZ aos monopólios e até dos supermonopólios (empresas com mais de 400 carros) na Zona Oeste.

    ResponderExcluir
  3. ESTE MARCELO DIAS ,FALOU TANTA BESTEIRA SOBRE MOTORISTA
    ANTES DE FALAR VC DEVIA SENTAR O RABO ALI E DIRIGIR PELO MENOS 1 DIA ,PRA DEPOIS VC FALAR ,,1 DIRIGIR E COBRAR
    2] EMPRESA ESIJE ,FERIA. HORARIO ,VC TEM QUE SE VIRAR SENÃO PERDE O EMPREGO ,,,E MAIS MUITAS MULTAS SÃO ABUSIVAS
    1] SINAL AMARELO [NÃO E PARE ,E SIM ATENÇÃO ]
    TODO MUNDO TA CARECA DE SABER QUE ESISTE FABRICA DE MULTAS
    DA NOJO EM VER TANTA PERSEGUIÇÃO

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...