sábado, 3 de março de 2012

Reajuste de mais de 60% (R$ 2,80 para R$ 4,50) no valor das barcas passa a valer neste sábado



COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: A revolta de 1959 não aconteceu e os protestos tornaram-se mais pacíficos. No entanto, o aumento é abusivo e não há garantia de que melhorias no serviço ocorrerão.

Reajuste de mais de 60% (R$ 2,80 para R$ 4,50) no valor das barcas passa a valer neste sábado

Moradores de Paquetá e Ilha Grande terão direito a duas passagens gratuitas por dia

Do Portal R7

Marcado para a última quinta-feira (1º), o reajuste no valor da passagem das barcas para os usuários da linha Rio-Niterói foi adiado para este sábado (3). De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes, a data foi alterada com o objetivo de aumentar o tempo para que os usuários façam o Bilhete Único intermunicipal, que dará desconto na tarifa. O preço do bilhete das barcas vai subir de R$ 2,80 para R$ 4,50 - aumento de 60,7%. O valor para os usuários que utilizam o Bilhete Único também subiu. Agora vai custar R$ 3,10. O valor da diferença gerada pela alteração será subsidiado pelo governo do Estado.

Os moradores de Paquetá e Ilha Grande, com ou sem cartão, precisam se cadastrar para ter acesso a outro desconto: eles terão direito a duas passagens gratuitas por dia. Este benefício, segundo a secretaria, já começou a valer a partir da última quinta-feira.

Os usuários que não possuem o cartão do Bilhete Único ou Riocard podem procurar os postos de cadastramento. A expectativa é de que 30 mil usuários das barcas se inscrevam no sistema.

Justificativa

De acordo com a Agetransp (Agência Reguladora de Transportes), um estudo coordenado por uma empresa terceirizada verificou que há um desequilíbrio econômico e financeiro no contrato com a concessionária responsável pelo serviço de barcas. A análise foi enviada para a Secretaria Estadual de Transportes que, após um cálculo, informou a necessidade do aumento de cerca de 60%.

Alerj é contra o aumento

O deputado Marcelo Simão, presidente da Comissão de Transportes da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), desaprovou o aumento. Simão espera, ao menos, que a alteração no valor do bilhete seja convertida na melhoria dos serviços.

- Nós somos contra o aumento nas passagens, em que pese o subsídio dado pelo governo. Minha preocupação, agora, é saber se essa majoração nos preços dos bilhetes vai ser revertida na melhoria dos serviços: compra de novas embarcações para substituir as atuais, que são muito antigas, e reforma das estações que mais parecem currais. Os passageiros não podem continuar sofrendo com a falta de qualidade no serviço. Vamos cobrar.

Problemas

A concessionária responsável pelo serviço de barcas informou que três embarcações da linha praça 15 - praça Arariboia foram depredadas no último domingo (26). Segundo a empresa, a segurança do transporte havia sido reforçada em razão do grande número de foliões previsto para o último dia de Carnaval.

Ainda de acordo com a concessionária, “as embarcações foram retiradas de operação para manutenção e reparos nos assentos rasgados, nas televisões e nas janelas quebradas”.

Segundo a empresa, os passageiros também jogaram coletes salva-vidas na baía de Guanabara e esvaziaram os extintores de incêndio. O material deve ser reposto em breve.

Um comentário:

  1. Depois de apelar na Justiça uma proibição de protesto que foi uma coisa mal contada, agora, vendo o "SBT Brasil", a Barcas S.A. está preocupada com imagens a serem feitas e tal.

    Tudo fruto da privatização viciada ao admitir de quem tem empresa de ônibus pode ter concessão de barcas.

    Eu sei que, no tempo da CONERJ, o péssimo serviço também imperava, mas, eu acho que CONERJ seria menor pior do que essa Barcas S.A. que acha um valor de R$ 3 e pouco deficitário demais. Se acha deficitário, então por que não sai?

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...