terça-feira, 24 de janeiro de 2012

MUDANÇAS NO TRÂNSITO DE NITERÓI PODEM DEIXAR MORADORES DA RUA FAGUNDES VARELA A PÉ



Um grande incômodo já é notado antes da implantação das mudanças no trânsito de Niterói, conforme anúncio recente da prefeitura da cidade.

Tomando como modelo o padrão urbanístico do tecnocrata Jaime Lerner, sem avaliar os limites da cidade para certos procedimentos, a prefeitura, na gestão do atrapalhado Jorge Roberto Silveira, decidiu transformar a Av. Roberto Silveira - ironicamente, nome do pai do prefeito - numa avenida de uma mão.

Com a medida, o trânsito de veículos que iam pela avenida, no sentido Icaraí-São Francisco, foi deslocado para a Rua Gavião Peixoto, que perde seus pontos de estacionamento nas calçadas. Linhas de ônibus como 62 Fonseca / Charitas e 48 Rio do Ouro / Centro passam a ir, no sentido São Francisco, para a Rua Gavião Peixoto. O mesmo para linhas como 36 Sapê / Centro e 44 Ititioca / Centro em direção à Rua Mariz e Barros.

Para não sobrecarregar, a Rua Mem de Sá passa a ser toda no sentido da Rua Miguel de Frias para o Campo de São Bento (altura da Rua Lopes Trovão). Nela passarão as linhas que antes pegavam a Rua Gavião Peixoto em direção à Rua Presidente Backer, como 35 Baldeador / Centro, 39 Piratininga / Centro e 45 Cubango / Centro.

É aí que existe o problema. Não havendo uma solução para a linha 57 Santa Rosa / Centro (via Rua Fagundes Varela), que pegava o trecho a Rua Mem de Sá entre a Rua Pereira da Silva e Rua Miguel de Frias (sentido inverso ao do restante), a linha pode ser sumariamente extinta, tirando uma opção rápida dos moradores de Santa Rosa para o Centro e deixando os moradores do entorno da Rua Fagundes Varela, que inclui o Morro do Estado, a pé.

Na manhã de hoje, a Viação Fortaleza, que operava a 57, praticamente só era vista circulando na linha 53 Santa Rosa / Centro (Via Praia João Caetano), na qual estreava seu lote de seis carros novos. Os carros da 57 eram cada vez mais raros. A empresa também tirou de circulação micro-ônibus com ar condicionado que antes faziam parte da frota.

Por essas e outras, a população de Niterói ainda tem dúvidas se a cidade tem realmente um dos maiores índices de desenvolvimento humano no Brasil. E um prefeito que não deu ouvidos aos técnicos da UFF no caso do Morro do Bumba anda exagerando na consultoria do tecnocrático Lerner, uma figura bem mais conservadora e antipopular que muitos podem imaginar. Até porque Jaime Lerner é um filhote da ditadura militar.

4 comentários:

  1. Nesse caso da linha 57, que m(...)!

    ResponderExcluir
  2. Niterói é governada por gente que nem na cidade mora. O resultado é um total desacerto em todas as áreas.
    É engraçado como os cidadãos da cidade não podem fazer críticas no portal do jornal O Fluminense. Toda vez que tentei postar meu ponto de vista no referido jornal, o comentário não entrava. Isso ocorreu também com outras pessoas que conheço. Não é curioso???
    Quanto às mudanças, inúmeros serão os transtornos no trânsito já caótico da cidade. Como imaginar a Av. Roberto Silveira em mão única no horário de volta do trabalho e escola? Se esta avenida e ruas adjacentes que complementavam o fluxo de trânsito neste horário não davam conta, imaginem duas ruas com uma faixa cada? Além da R. Mem de Sá e da R. Gavião Peixoto, a R. Moreira César e a Praia de Icaraí (R. Jornalista Alberto Torres) serão sobrecarregadas.
    Toda essa mudança parece coisa de quem não frequenta a cidade para saber como é o trânsito no horário de rush.
    Será mesmo essa a solução? Inverter mãos de ruas?
    Melhor seria um governo que não este.

    ResponderExcluir
  3. Que tal investimento em TRANSPORTE??? Isso sim. Temos poucos ônibus, um metrô que nunca chega à cidade e vans que colocam a nossa vida em risco. Isso é qualidade de vida???

    ResponderExcluir
  4. Agora, quem mora nas mediações da Avenida Roberto Silveira sofre para hegar em casa quando vem do Centro da cidade. Nenhum ônibus passa mais pela Roberto Silveira, fazendo com que muitos idosos que ali residem fiquem obrigados a descerem ou na Mem de Sá ou na Gavião Peixoto, sujeitos a assaltos, que já não eram poucos naquelas mediações. Mais uma do prefeito Jorge Roberto So Faz M Silveira.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...