quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

APÓS 22 ANOS, LINHA SOTEROPOLITANA ABANDONA POOL



Algo novo ocorre em Salvador. Se, nas Comunicações, já existe o Conselho Estadual de Comunicação para limitar os abusos da mídia, e deputados já se empenham para tentar frear os abusos da "cultura" popularesca local, que não obstante promove valores machistas e outras baixarias, nos Transportes parece que a coisa começa a se arrumar, aos poucos.

A Barramar muda de estampa para uma mais criativa que a anterior (que já era bela), o que pode contribuir para o fim do "branquinho básico" das demais empresas, que correrão atrás para adotar também um belo visual.

Os micro-ônibus praticamente desapareceram, com exceção dos chamados "amarelinhos". Mas nada impede que os "amarelinhos" de hoje possam se evoluir para os midis de amanhã. Mas as linhas regulares agora só operam com ônibus grandes, o que diminui o sofrimento nos horários de maior lotação.

A pulverização e o "pool" começam a ser desfeitos aos poucos. A Praia Grande Transportes deixa a linha 0508 Cosme de Farias / Lapa, se concentrando no subúrbio ferroviário. Outras empresas começam a mexer os "pauzinhos" e também começam a diminuir as disparidades de áreas por empresas, gradualmente.

O destaque é a linha 0220 Ribeira / Sabino Silva, que parecia um "pool" irremediável, embora evidentemente ineficaz. Tendo sido linha dividida entre a Vibemsa e a Campo Grande, depois Ondina e Campo Grande, Ondina e Sul América, Ondina e Omni e nos últimos dez anos Rio Vermelho e Praia Grande, a linha agora está 100% com a Viação Rio Vermelho.

É algo para comemorar, porque o ideal é uma linha de ônibus ficar com apenas uma empresa, porque assim há maiores responsabilidades e mais segurança para os passageiros reclamarem de algum transtorno ocorrido.

O que admira também, em Salvador, é que uma nova geração de busólogos - Eduardo Lima, Rodrigo Chiclete, Felipe Pessoa, Franz Hecher e outros - se destaca pela humildade e pela descontração, além das belíssimas fotos.

Ainda há muito o que mudar em Salvador, mas já é ótimo que as primeiras mudanças já estejam acontecendo.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

VAMOS MANTER A CORRENTE PARA A FRENTE!!










Vamos torcer para a Transportes Blanco pegar o setor Mesquita X Rio da Turismo Trans1000. Vamos assinar a petição - http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N10041 - e agir em favor da população de Nilópolis e Mesquita, que não aguenta mais os arbítrios cometidos pela Transmil, que, ainda por cima, atrasa os vencimentos e encargos dos funcionários.

Aqui temos uma galeria de fotos com a Blanco na linha 005 Mesquita / Praça Mauá, um sonho que, dependendo das manifestações populares, pode se tornar real.

Sítio FORA TRANSMIL - http://foratrans1000.blogspot.com/.

sábado, 17 de dezembro de 2011

INGÁ COM MUITAS MUDANÇAS



Novidades em torno da Auto Lotação Ingá, tradicional empresa de Niterói.

A empresa está em processo de uma leve mudança no seu visual, com a frota convencional substituindo, nos pára-choques, a cor preta pelo azul celeste da "saia". A mudança está em andamento gradual, mas se vê o reflexo da bela alteração nos carros municipais e intermunicipais, pois a cor preta comprometia a beleza do desenho, e a mudança foi bastante positiva.

A Ingá também colocou cinco carros da Neobus Mega IV com ar na linha 731D Charitas / Castelo (via Des. Lima Castro / Fonseca), que pertenciam à frota da Baixada Fluminense.

Essa mudança também traz outras, que é a perda das ações da Ingá na Viação Caravele (não se sabe se a perda foi total ou parcial) para a baiana Camurujipe, que comprou a empresa da Baixada Fluminense, que terá outra pintura, baseada na concepção da empresa de São Félix (Recôncavo Baiano).

Sabe-se também que a Ingá deixará as linhas da Baixada, pois a parte dela será transferida para a Caravele.

Mas a maior mudança da Auto Lotação Ingá está na aquisição de cinco carros da Comil Campione, motor Mercedes-Benz OF-1722, com ar condicionado. Consta-se que virão também Comil Svelto urbanos no próximo ano.

Com tudo isso, a empresa de Niterói promete ser um dos destaques para 2012.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

INCÊNDIOS ENVOLVEM ÔNIBUS EM SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO



Mais um fato põe em xeque o modelo de transporte coletivo adotado em São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília e outras.

A concentração de poder nas secretarias de transporte, a camisa-de-força política dos consórcios envolvem a pressão pela "qualidade total" (dentro dos padrões injustos do neoliberalismo administrativo) que não obstante causa problemas de saúde nos motoristas em pleno trabalho, o que pode causar acidentes sérios.

Por outro lado, as empresas, sufocadas pelo poderio estatal que, em vez de apenas fiscalizar, manda e desmanda no transporte, acabam deixando de fazer a manutenção necessária nos ônibus, o que faz com que, em certos casos, ocorra incêndios.

No último dia 11, houve um incêndio envolvendo um ônibus da Translitorânea Turística, linha 315 (Central / Recreio - Via Linha Amarela), no trecho da Linha Amarela (Av. Gov. Carlos Lacerda) próximo ao Túnel da Covança, na altura de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Hoje foi a vez de um ônibus da Viação Campo Belo, linha 5118/10 Terminal João Dias / Largo São Francisco, na altura do Morumbi, Zona Sul de São Paulo.

Nota-se que em modelos de administração do transporte coletivo desse porte, cuja "vitrine" é o visual padronizado dos ônibus, camuflando as empresas para não haver reconhecimento dos passageiros, há maior ocorrência de acidentes, males súbitos de motoristas, atrasos nos ônibus etc.

Tudo porque a base dessa administração é tecnocrática, onde o interesse político e técnico nem sempre estão de acordo com o interesse público, embora teoricamente se afirmem "em nome dele".

E, a cada dia, fatos inúmeros e de diversos aspectos mostram o quanto esse esquema está decadente, apesar dele continuar prevalecendo nas políticas para o transporte e serem defendidos por "elites" de busólogos atrelados ao poderio político.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

PRODUTORES DE "A GRANDE FAMÍLIA" SÃO CONTRA PADRONIZAÇÃO VISUAL DOS ÔNIBUS DO RJ



Quem observa o seriado A Grande Família, da Rede Globo de Televisão, deve observar que a edição de imagens em back projection usadas no seriado ainda mostra ônibus com visual diversificado, sobretudo com ônibus mais antigos.

Só raramente ônibus com visual padronizado aparecem no seriado, isso quando não há outra alternativa. Mas nota-se que os ônibus diversificados aparecem até mesmo num fictício micro-ônibus que teria feito parte da frota da Transportes Santa Maria.

A atitude da produção do seriado destoa da de outros seriados - como Entre Tapas e Beijos, numa contrastante clipe que toca uma música de Jorge Veiga para mostrar os ônibus padronizados que nada têm a ver com os "bons tempos" do Rio - e até da novela Fina Estampa, que mostram com desenvoltura e até certo orgulho o visual "buscopan" dos ônibus cariocas.

Portanto, certamente Lineu Silva gostaria muito de mover uma ação popular contra a Prefeitura do Rio de Janeiro, para derrubar a padronização visual que confunde os passageiros. E nem o Agostinho Carrera seria capaz de tanta malandragem assim com o povo do Rio.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

VÍDEO DE DESPEDIDA DA TRANSMIL

Vídeo de despedida da Turismo Trans1000, de Mesquita (RJ), recém publicado no YouTube. Com a "Valsa da Despedida" (Robert Burns - versão João de Barro), com Francisco Alves e Dalva de Oliveira.

(Outro vídeo foi publicado no lugar, sem as fotos que foram retiradas a pedido do seu autor)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...