sábado, 27 de agosto de 2011

BONDE DE SANTA TERESA TOMBA, MATA CINCO E FERE 27



COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: O grupo político Paes / Cabral Filho provou não entender de prioridades. A "modernização" da frota padronizada da Zona Sul com BRTs contrasta com bondes velhos e sem manutenção. Numa semana em que o ex-funcionário do Projeto Lei Seca estava embriagado e atropelou quatro pessoas (das quais uma morreu), mais uma vez o PMDB carioca mostrou o que entende por "cidade mais justa e integrada".

Mas, para certas pessoas, nós não podemos criticar esse grupo político, para o bem de 2014 e 2016. Só que os megaeventos esportivos não irão trazer de volta os mortos dos vários desastres ocorrentes no Rio.

Bonde de Santa Teresa tomba, mata cinco e fere 27 passageiros, segundo bombeiros

Um dos mortos seria o condutor do bondinho, que chegou a ser levado ao hospital

Do Portal R7

Um dos bondinhos de Santa Teresa, no centro do Rio, tombou na tarde deste sábado (27) próximo ao Largo do Curvelo, matando pelo menos cinco passageiros e ferindo outros 27, segundo informações dos bombeiros e da Polícia Militar.

A secretaria municipal de Saúde confirmou que 27 pessoas deram entrada no hospital Souza Aguiar, no centro, alguns em estado grave e que passam por cirurgia.

De acordo com os bombeiros, dos cinco mortos, três são homens e dois são mulheres. Quatro morreram ainda no local e um morreu no hospital, que seria o condutor do bondinho.

O acidente aconteceu por volta das 16h na rua Joaquim Murtinho, próximo à esquina com a rua Francisco Muratori.

De acordo com testemunhas, o bonde desceu desgovernado pela rua Almirante Alexandrino no sentido dos Arcos da Lapa quando descarrilou, bateu em um poste e atingiu um segundo poste. Com o impacto do choque, vários passageiros ficaram presos entre o veículo e o poste.

Um morador contou ter visto o bonde descendo em alta velocidade e ouviu o condutor gritando "Ai meu Deus".

Segundo o relato de testemunhas, o bonde virou ao fazer uma curva e houve pânico entre os passageiros. Também houve relatos de que o veículo havia apresentado problemas meia hora antes do descarrilamento.

Às 17h30, os quatro corpos ainda estavam no local. Os feridos foram levados em um ônibus para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro. Até as 18h, ainda não havia informações sobre o estado de saúde dos feridos.

O trânsito ficou interditado na esquina das ruas Joaquim Murtinho e Francisco Murtori.

Em junho, um turista francês morreu ao cair do bonde quando passava pelos Arcos da Lapa, no centro do Rio.

O bonde de Santa Teresa é muito frequentado por turistas, mas também por moradores do bairro de Santa Teresa.

5 comentários:

  1. Lhe falta coragem para romper com o PMDBosta, seus padrinhos e aliados. Esquerda incluída. Mas acho que lhe falta coragem. Aliás, estou até agora pasmo com o fechamento de vários blogues para comentários. A verdade incomoda...

    ResponderExcluir
  2. Será que terão a coragem de privatizar os bondinhos de Santa Teresa? Bem, isso é um pensamento meu pessoal, mas, se isso acontecesse, seria a solução? Vide o Metrô, os Trens e as empresas de energia elétrica do Estado do RJ.

    ResponderExcluir
  3. Nem privatizar ou estatizar adianta. Há empresas estatais eficazes, estatais deficientes, empresas privadas eficazes e empresas privadas deficientes. A problemática da eficiência dos serviços públicos privados ou estatais está na boa índole e capacidade (ou falta delas) dos gestores. O problema é que há décadas estes não zelam pelos interesses da população. Zelam somente pelos interesses dos seus grupos políticos ou dos acionistas que representam. O cidadão que se dane.

    ResponderExcluir
  4. Como consequência do grave acidente do último Sábado, o sr.Governador está pensando em privatizar os serviços do bonde do Rio que, hoje, está de controle da CENTRAL (estatal fluminense) ou entregar para a Prefeitura do Rio.

    Privatizar não é a solução vide os exemplos da SUPERVIA, do Metrô Rio e das empresas de energia elétrica (Light e Ampla) como já comentei.

    Por que não pensaram de colocar a CENTRAL como uma empresa de economia mista como a Petrobrás cuja nomeação do Presidente ainda continua sendo do (a) Presidente da República? Se a administração está ruim é porque rola muita politicagem e, no caso da Petrobrás, foi uma tentativa de se evitar a politicagem excessiva tanto que alguns colegas me falaram que a Petrobrás tem ritmo de empresa privada apesar dos concursos.

    No caso dos bondinhos, é um velho filme que já foi exibido na saudosa CTC-RJ que sucumbiu graças a politicagem excessiva já que a CTC era a responsável pelos bondinhos.

    ResponderExcluir
  5. Os moradores de Santa Teresa se posicionaram contra a privatização argumentando que o serviço não é somente de turista onde o bonde term que ser acessível a todos, ou seja, tem que cobrar barato o preço de R$0,60.

    Acho que, provavelmente, 2 motivos contra essa privatização: tarifas altas como acontece na energia elétrica e o que comentei ontem sobre outros serviços públicos privatizados estarem um lixo.

    Engraçado, a Globo não foi direta do posicionamento da Associação de Moradores do bairro que é o assunto privatização. Só a Band apesar de alguns outros deslizes em outros assuntos e tal.

    Na Globo News, mostrou um acidente ocorrido em 1981 com vítimas fatais, mas, quem era o responsável era a CTC-RJ que, por sinal, a Prefeitura administrava os bondinhos que era travestido de Governo da GB.

    Para encerrar, no portal BOL, pela declaração do engenheiro do CREA, deu a entender que ele é contra, também, a privatização dos bondes.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...