domingo, 24 de julho de 2011

PARECE SCANIA, MAS É MERCEDES-BENZ



Essa foto, do acervo do blogue Busways, mostra um ônibus usado da Marcopolo Torino GV que tem tudo para ser creditado como de chassis Scania 113 - ou talvez um Volvo, iriam supor alguns - , mas se trata de um legítimo ônibus com chassis Mercedes-Benz.

O estranho ônibus, talvez propriedade de um particular, deve ter tido sua estrutura adaptada para ter esse visual. Talvez fosse reencarroçado. Em todo caso, é um ônibus lindo de se ver.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

DILMA DECIDE MANTER INTERINO NO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES



COMENTÁRIO DESTE BLOGUE: O PR, mesmo tendo vários políticos acusados de corrupção, conseguiu colocar um ministro na pasta de Transportes, Alfredo Nascimento, marido da cantora e violonista de MPB Rosa Passos. Alfredo estava no cargo interinamente e foi efetivado pela presidenta Dilma Rousseff.

No Rio de Janeiro, o PR é partido aliado do grupo político de Eduardo Paes e Sérgio Cabral e um conhecido busólogo trabalha para uma prefeitura do partido no Estado.

Dilma decide manter interino no Ministério dos Transportes

Paulo Passos aceitou hoje convite feito pela presidente

Do Portal R7

Paulo Sérgio Passos vai continuar à frente do Ministério dos Transportes. Em nota divulgada na noite desta segunda-feira (11), o Palácio do Planalto confirmou o convite feito ao interino da pasta, que assumiu após a demissão de Alfredo Nascimento do cargo. Segundo a nota, o convite foi feito hoje pela presidente Dilma Rousseff e aceito.

Próximo a Dilma, Passos era cotado para assumir a vaga logo no início do governo. No entanto, o cargo ficou com Alfredo Nascimento (PR), que pediu demissão na semana passada após denúncias de um suposto esquema de cobrança de propina e superfaturamento de obras na cúpula da pasta. Membros do partido citados e o próprio Nascimento negaram as acusações.

O nome de Passos, que também é filiado ao PR, sofria resistências dentro do partido. A legenda ameaça deixar a base do governo Dilma depois que a presidente afastou a cúpula da pasta por causa das denúncias.

Alguns parlamentares do PR ficaram irritados com a decisão de Dilma de afastar imediatamente os envolvidos em um suposto esquema de propina nos projetos da área de transportes. O esquema renderia aos cofres do PR até 5% dos contratos do setor, segundo a denúncia publicada pela revista Veja.

Leia a íntegra da nota:

"O ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, foi convidado nesta segunda-feira pela presidenta Dilma Rousseff a assumir a titularidade da pasta. O convite foi aceito.

Secretaria de Imprensa da Presidência da República"

Recusa

Hoje, o senador Blairo Maggi (PR-MT) confirmou que recusou o convite feito pela presidente para assumir a vaga. Blairo, em entrevista no Senado, disse que conversou por telefone com a presidente Dilma Rousseff e que, nessa conversa, declinou definitivamente do convite.

Maggi recebeu o convite de Dilma para assumir os Transportes numa conversa por volta das 21h da quarta-feira (6). Maggi negou o cargo pois considerou que há impedimento jurídico por conta do envolvimento de empresas dele com o governo. O líder citou o BNDES e a Marinha, já que uma empresa do senador opera na área da navegação e do transporte fluvial para escoar a soja produzida.

Trajetória

Nas eleições de 2006 e 2010, Passos ocupou o cargo quando Nascimento concorreu ao governo do Amazonas. Atualmente é secretário-executivo do ministério.

Baiano de Muriti, formado em economia pela Universidade Federal da Bahia, Passos é servidor público desde 1973, quando começou carreira no Ministério dos Transportes.

Passos também passou pelo extinto Ministério do Bem-Estar Social e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Durante o governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), foi secretário-adjunto da Secretaria de Orçamento Federal por seis anos.

Casado com a cantora e compositora Rosa Passos, o novo ministro tem três filhos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...