segunda-feira, 4 de abril de 2011

MAIS UM LEITOR RECLAMA CONTRA PADRONIZAÇÃO VISUAL DOS ÔNIBUS DO RJ



Segue mais uma carta, publicada na sessão Dos Leitores de O Globo, 03 de abril de 2011:

ÔNIBUS SEM CORES

Tiveram a brilhante (*) ideia de unificar as cores dos ônibus do Rio sem pensar se tal providência beneficiaria a população. E mudaram a numeração de algumas linhas. Sucede que os motoristas, que via de regra não diminuem a velocidade, mesmo ao se aproximarem de algum ponto, impossibilitam o usuário de identificar a tempo se a linha é a que deseja. Assim, o passageiro faz sinal com o veículo bem próximo do ponto e o motorista passa direto. Antes, pela cor do ônibus havia a identificação, além do que as diversas cores só traziam alegria visual, ao contrário das novas.

ALOÍSIO BRANDÃO, Rio


(*) Adjetivo usado com ironia.

6 comentários:

  1. Aquilo: politicamente, esse Prefeito vai se desgastar e espero que haja esse respingo nas urnas ano que vem.

    ResponderExcluir
  2. interessante a organização do nosso prefeito do rio de janeiro,claro quando falamos de organização vemos como ele não defende a cousa dos passageiros que na realidade precisam de onibus,por um lado ate entendemos ele não precisa pegar onibus lotado,onibus velhos como vemos nos grupos que o proprio prefeito da cidade do rio de janeiro exauta com eficas,ate 2014 e 2016 vamos ve a cidade mudada,parabens prefeito menos onibus nas ruas,vamos acertar as bagunças para ingles ve,em compensação a população sofre nas mãos dos empresarios amigo do prefeito ex:grupo breda rio que hoje e city rio,translitoranea,rio rotas,andorinha rio,algarve e outras empresas ligada ao grupo que faz o que quer com seus usuarios.tiram linhas de circulação,não colocam carros novos,com ajuda das autoridades tiraram os cobradores,carros velhos nas ruas,essa e a organização que esta sendo feita pelo prefeito eduardo pães na capital do rio de janeiro.bella ele merece os parabens.falando nisso ele tem que ser reeleito para continuar esse bello trabalho.a população esta agradecendo muito.
    acho que vai mudar ainda mais.
    um abração
    para todos
    obrigado por essa grande oportunidade
    rubenn dean paul alws
    jacarepagua
    terra do grupo redentor
    mesmo com muitos migros
    pelomenos são novos
    o ruim e que não tem cobradores.
    mas esqueci
    as autoridades
    autorizaram isso.
    para ajudar e claro
    a população.
    fui!!!

    ResponderExcluir
  3. É, quem não concorda com essas renumerações desnecessária das linhas (outra bomba jogada por essa gente), está sendo taxado de antiquado e tal por defender ferozmente a tradição.

    Só que, lembro de uma postagem do Marcelo Praz no ano passado lá na comunidade "Busólogos do RJ" e não lembro se postou na comunidade "Ônibus Em Debate" um conteúdo dizendo isso:

    "A transformação e a modernização não implica diretamente com a identidade visual/tradicional da nossa cidade."

    ResponderExcluir
  4. E outra: o Michel Levy comentou uma coisa interessante na comunidade "Busólogos do RJ": apesar do sistema fosse antigo, ele funcionou direito até agora.

    Essa é a questão: apesar de ser dos anos 60 e estou me lixando que seja dos anos 60, anos 40, ano de 1888 e tal, concordo que funcionou direito como postou o Michel Levy. Por isso o meu questionamento dessas renumerações desnecessárias: um enfeite de pavão em cima do outro, ou seja, primeiro essa encampação imposta, segundo, os códigos das linhas. Será que a outra bomba é o número de ordem? Com essa gente, vou torcer que não e estou preocupado.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, segundo a postagem do membro Bruno no "Busólogos do RJ", a tradição de CERCA DE 45 anos do 896 que eu conheci em 1984 com 8 anos de idade com modelos novos e antigos ao mesmo tempo ACABOU: agora é 946.

    Na boa, como já comentei: para mim, 896 está próximo do prefixo 90x onde eu acho que não poderia ser mexido. Mas, tudo INDICA que faz parte de um projeto politiqueiro e eleitoreiro ano que vem complica. É a política estragando a tradição.

    ResponderExcluir
  6. O caso do saudoso 896, na minha opinião, cai no caso da dupla 773/778 onde o prefixo 77x é referente à MADUREIRA, mas, a linhas vão até Cascadura.

    Por isso, que defendi a permanência do prefixo 896 não somente na tradição, mas, nesse detalhe que descrevi no primeiro parágrafo.

    Também achei estranho no início, mas, com esse detalhe da dupla 773/778, eu voltei atrás da minha posição.

    Outro detalhe: isso é um hobby e posso não concordar com algumas decisões e até, no "Busólogos do RJ", contei que deixei de ver alguns sites de fotopages por conta da encampação branca que me afastei um pouco do hobby.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...