segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

SUPERCARIOCA RECEBE MENSAGENS REACIONÁRIAS



Andei com problemas no sítio Supercarioca, por conta da arrogância de um determinado busólogo, que ora manda mensagens com seu nome, ora manda como anônimo, disparando desaforos e ainda demonstrando seu direitismo político (citou o adjetivo "socialista" de forma pejorativa).

O que mostra o quanto tem gente reacionária em nosso país. Gente que se diz "democrática", "defensora da livre opinião", mas só quer a "verdade dos donos do poder". Ele anda apoiando, com crescente entusiasmo, a política de padronização visual dos ônibus cariocas, e anda me chamando de "fantasioso", "utópico", "fracassado".

É uma pena que o reacionarismo esteja crescente na busologia, sobretudo por conta de pessoas que agora obtém mais visibilidade. Mas isso ocorre toda vez que oligarquias se formam no âmbito do poder sócio-político, os emergentes de hoje podem não parecer poderosos no presente momento, mas serão eles os prepotentes de amanhã.

Vide, por exemplo, a intelectualidade do PSDB, partido que serviu de berço político para o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Por isso, passei a apagar os comentários do Supercarioca, porque uma coisa é a discordância saudável e sem pretensões de verdade. Outra é o ataque arrogante, mesmo sob o verniz da "boa discordância", de gente irritada que faz até jogo duplo, escrevendo com seu nome ou como um anônimo, achando que com isso parecerão mais de uma pessoa escrevendo.

Gente que quer ser respeitada mas não respeita os outros, e que se aproveita de sua visibilidade para cometer o abuso da arrogância. Ele já havia atacado outro busólogo, em outro incidente, há uns três anos atrás.

Por acidente, no entanto, quando fui apagar as mensagens do busólogo reacionário, apaguei uma mensagem do amigo Marcelo Pierre de Lima, que também escreve para este blog. Quase o comentário desapareceu, mas a demora da página mudar permitiu que eu salvasse o texto através do Ctrl+C antes que ele desaparecesse. E aqui está o comentário dele sobre os ônibus que apareceram no filme Lua de Cristal com Xuxa Meneghel.

"Bem, as imagens são de 1989 e a frente do Ciferal-Padron Alvorada (MB1315 ou MB1313) da antiga Mosa (40125) diz tudo: era um dos modelos do Primeiro Semestre de 1989 (na Zona Oeste, começaram a rodar a partir de Abril na Bangu e na antiga Santa Sofia)"

Valeu o toque, Marcelo Pierre!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...