terça-feira, 11 de janeiro de 2011

FROTA DE ÔNIBUS NÃO CRESCE HÁ CINCO ANOS EM SP



COMENTÁRIO DESTE BLOG: É bastante evidente o desgaste do padrão "curitibano" de ônibus, sobretudo em Curitiba e São Paulo. A "racionalidade" da diminuição das frotas de ônibus, sob o pretexto deles se tornarem mais rápidos em futuras vias exclusivas, é algo que se vê até na paisagem de fundo nos noticiários de São Paulo no Bom Dia Brasil e no Bom Dia São Paulo. E mostra o quanto um modelo tecnocrático de transporte coletivo, que ainda tem a arrogância de prevalecer até depois de 2016 (eu particularmente acho isso muito difícil), está em avançadíssima decadência, inclusive no Rio de Janeiro, quando sua implantação tem o verniz da "novidade".

Frota de ônibus não cresce há cinco anos em SP

Do jornal Metro

Mais lotados e mais caros. Dados da SPTrans, que administra o sistema de ônibus em São Paulo, mostram que a frota na cidade não cresce desde 2006, apesar do aumento no número de passageiros. E no preço. No dia 3, a tarifa subiu de R$ 2,70 para R$ 3, um reajuste de 11%.

São Paulo possui hoje 14,9 mil veículos no transporte público – mesma quantidade registrada em 2006. Já o número de passageiros cresceu 9,2%. No ano passado, 242 milhões usaram o sistema mensalmente. Há cinco anos, eram cerca de 221 milhões. De 2007 a 2008, o número de passageiros subiu 3%. Nos últimos dois anos, o aumento foi de apenas 1%. Segundo especialistas, se os ônibus fossem menos lotados e oferecessem um serviço melhor, o crescimento na quantidade de usuários seria bem maior. Enquanto isso, a frota de carros cresceu 30%.

Além de não investir no aumento da frota, a prefeitura também não cumpriu as metas estabelecidas para o setor. Nenhum dos 66 km de novos corredores exclusivos previstos para a cidade começou a operar. E dos 13 novos terminais urbanos prometidos, apenas um foi entregue.

A SPTrans diz que, apesar de a frota não crescer, os veículos estão sendo substituídos por modelos maiores, que comportam mais passageiros. De acordo com a empresa, há estudos para reorganizar o sistema e aumentar a velocidade dos coletivos.
O prefeito Gilberto Kassab (DEM) afirma que não há previsão de aumentar a frota de ônibus da capital e que a prioridade é investir no metrô.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...