segunda-feira, 1 de novembro de 2010

PADRONIZAÇÃO VISUAL FAZ DEFENSORES PARTIREM PARA A GROSSERIA



O que é a busologia de direita. A padronização visual dos ônibus, que fez surgir adeptos do meio do nada, talvez das sombras dos conchavos, demonstra o caráter golpista desses adeptos, que em vários fóruns da Internet partem para comentários agressivos, arrogantes e irônicos contra uma maioria que contesta a medida arbitrariamente imposta por Eduardo Paes.

Esses caras podem tanto se chamar Guú, Fakest ou mesmo Edvaldo Santiago, ou similares, que suas atitudes lembram muito bem as do que o jornalista Paulo Henrique Amorim chama de Partido da Imprensa Golpista, cuja sigla, PiG (o "i" é minúsculo para baixar a reputação da imprensa reacionária), significa "porco" em inglês.

Esnobes, eles se apoiam na "segurança" de uma medida impopular que, no entanto, prevalece por conta dos interesses de grupos poderosos, sobretudo do arquiteto Jaime Lerner, um dos "filhos" da ditadura militar. E se comportam com a mesma molecagem dos articulistas da reacionária revista Veja.

São xingações como "mané", "otário", "infantil", desaforos do tipo "o hobby de busólogo vai acabar", e coisas parecidas.

Se essa patota dizer que é "progressista", está mentindo. Eles são nada menos do que demotucanos motorizados. O comportamento reaça comprova isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...