segunda-feira, 18 de outubro de 2010

NO MODELO "CURITIBANO" DE ÔNIBUS, A PREFEITURA COMPRA, OS CONSÓRCIOS PAGAM



Escrevi este comentário para o fórum do fotolog Ônibus Expresso, explicando a um busólogo que as empresas deixarão de comprar ônibus novos por decisão própria, mas continuarão pagando pelas novas aquisições:

As empresas pagarão a conta, mas é a Secretaria de Transportes que vai solicitar a compra dos ônibus, mediante "estudos" de avaliação periódica das frotas.

Ou seja, vão acabar as situações como a Matias vendendo carro semi-novo com dois, três anos de uso e a São Silvestre vendendo carros com sete anos de uso, substituindo-os pelos novos. Ambas vão esperar a Secretaria de Transportes avaliar a frota, e, aí, os empresários apenas anotam a quantidade de carros novos a ser comprada, pagam a conta, mas quem decide é a Secretaria de Transportes do município.

Portanto, os consórcios pagam a conta, fazem a manutenção técnica e sustentam o quadro do pessoal. Mas quem controla as linhas e decide pela renovação das frotas é a paraestatal da prefeitura carioca.

Por isso é que carros são adquiridos sem o nome da empresa, muitas vezes em lotes imensos para fazer propaganda. Aí esses lotes são distribuídos para as sócias que pagaram pela aquisição.

A autonomia operacional das empresas de ônibus vai acabar. Em compensação, os donos de ônibus aumentarão o poder político para eleger prefeitos e até mesmo para, se preciso, derrubar casas populares para construção de viadutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...