sábado, 18 de setembro de 2010

USO DE ÔNIBUS AUMENTA 15%, MAS CAPACIDADE DO SISTEMA CRESCE SÓ 1% EM SP



COMENTÁRIO DESTE BLOG: O que os cariocas vão esperar. A notícia em questão mostra o desgaste do modelo "curitibano" adotado pelo sistema de ônibus em São Paulo, na medida em que a paraestatal SPTrans está sobrecarregada para cuidar do sistema de ônibus da capital paulista.

Uso de ônibus aumenta 15%, mas capacidade do sistema cresce só 1% na cidade de SP

Em quatro anos, total de viagens cresceu 362,8 milhões com Bilhete Único

Por João Varella - Portal R7

A capacidade dos ônibus do transporte público na cidade de São Paulo cresceu 1% entre 2005 e 2009, enquanto o número de viagens aumentou 15% no mesmo período, de acordo com dados da SPTrans, empresa que gerencia os ônibus na capital. Dos 450 mil lugares em coletivos existentes em 2005, a prefeitura afirma ter criado mais 5.000. Já o total de viagens passou de 2,5 bilhões para cerca de 2,9 bilhões por ano. Foram 362,8 milhões de viagens a mais no total anual.

Apesar desse aumento, relacionado à adoção do Bilhete Único, o tamanho da frota não cresceu nos últimos três anos. Em relação a 2007, havia 33 ônibus a menos circulando na capital em julho passado, segundo os dados mais recentes da prefeitura, reunidos pela ONG Movimento Nossa São Paulo. Há três anos, existiam em uso no município 14.983 ônibus. A SPTrans diz ter renovado no período 57% da frota, o que gerou a criação dos 5.000 lugares.

Na outra ponta, dados do Detran (Departamento de Trânsito) mostram que, entre janeiro de 2008 e junho de 2010, as ruas de São Paulo ganharam mais 530.561 carros (aumento de 12% da frota).

Diante de pesquisas Ibope que mostraram desaprovação da população quanto à qualidade do serviço dos ônibus em 2008 e 2009, especialistas ouvidos pelo R7 defendem mais investimentos em transporte público e infraestrutura.

Para Cláudio Barbieri da Cunha, professor da escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo) e coordenador da pós-graduação em engenharia do transporte, três fatores podem explicar a manutenção do número de coletivos: os ônibus podem estar parados por estarem velhos; pode ter havido uma racionalização do sistema, priorizando ônibus mais eficientes, e a melhora da economia pode ter levado os usuários a trocar o ônibus pelo transporte individual na primeira oportunidade.

O professor não descarta a possibilidade de as três razões contribuírem para a estabilidade da frota. O especialista diz que o maior uso de transporte individual prejudica os ônibus, que compartilham a via com os carros.

O presidente da ANTP (Associação Nacional do Transporte Público), Aílton Brasiliense Pires, concorda que há migração dos usuários de ônibus para o transporte individual e acrescenta que a expansão das linhas de metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também contribui para a redução dos coletivos.

Pesquisa Ibope

Pesquisas Ibope/Nossa São Paulo, de 2008 e 2009, mostram que o tempo de espera e a conservação da frota de ônibus foram desaprovados. Os entrevistados deram notas entre um e dez para vários aspectos do trânsito. Notas abaixo de 5,5 refletiam insatisfação da população, de acordo com o critério do Ibope. O “tempo médio de espera nos pontos de ônibus” teve nota 4,2, em 2008, e quatro, em 2009. “Conservação e manutenção da frota de ônibus” teve notas 4,7, em 2008, e cinco, no ano passado.

A SPTrans cita outra pesquisa e aponta melhora da avaliação. "A edição deste ano da pesquisa da ANTP (referente a 2009), que avalia o transporte público na região metropolitana de São Paulo, aponta que os ônibus municipais tiveram uma evolução de dez pontos percentuais comparativamente com 2008, atingindo 50% de avaliação excelente ou boa", diz a nota. A empresa municipal ressalta a ampliação do Bilhete Único comum, de duas para três horas, e o investimento de R$ 162,8 milhões em reformas e requalificações nos corredores de ônibus da cidade. Os textos da assessoria de imprensa da SPTrans ainda ressaltam o aumento na capacidade dos ônibus desde 2005, de 5.000 novos lugares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...