terça-feira, 6 de julho de 2010

REUNIÃO VAI TRATAR DE MEDIDAS PARA MELHORAR O TRÂNSITO DO RIO


COMENTÁRIO DESTE BLOG: Só vamos ver o que eles farão com o trânsito carioca com o fechamento da Av. Rio Branco e sem medidas reais para desestimular os cidadãos a usarem automóvel sem motivo relevante.

Reunião vai tratar de medidas para melhorar o trânsito do Rio até a Copa de 2014

Isabela Bastos e Paulo Roberto Araújo

RIO - Os engarrafamentos diários enfrentados por motoristas nas estradas estaduais e federais de chegada e saída do Rio estão na berlinda. A sobrecarga de tráfego de rodovias importantes, como Ponte-Rio-Niterói, Via Dutra e BR-101 Norte (Rodovia Niterói-Manilha), será um dos alvos de um encontro, na próxima quinta-feira, na Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ).

Organizada pela Secretaria estadual de Transportes, a reunião é o pontapé inicial de um esforço para identificar as necessidades de investimentos nas estradas, planejando obras e modificações para amenizar os congestionamentos com vistas à Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Segundo o subsecretário de Transportes, Delmo Pinho, o objetivo é criar uma grade de prioridades de investimentos para solucionar problemas de infraestrutura que comprometem a circulação viária. Problemas como o gargalo nos acessos à Ponte tanto em Niterói como Rio. Para o encontro, foram convidados representantes das oito concessionárias que administram trechos das principais estradas do estado, das prefeituras da Região Metropolitana, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e do Ministério dos Transportes.

Pinho explica que a estratégia é encontrar um meio termo entre as obras previstas nos contratos de concessão e as necessidades dos usuários e dos municípios. O pano de fundo da discussão é o crescimento da frota de veículos. Segundo o Detran-RJ, o estado do Rio já tem 4.868.158 veículos, um percentual 53,8% maior que em 2001.

Segundo o subsecretário, o descompasso entre a quantidade de veículos e infraestrutura viária pode ser sentido em várias rodovias. A chegada ao Rio pela Via Dutra se tornou um transtorno para os motoristas no trecho da Baixada Fluminense. Na BR-101 Norte, o trânsito pesado e a infraestrutura precária do trecho entre Rio Bonito e Campos tem feito uma média de 170 vítimas fatais ao ano.

O presidente da concessionária Ponte S.A., Márcio Roberto de Moraes, disse que a ponte foi projetada para receber 50 mil veículos por dia, mas atualmente o volume diário de tráfego chega a 145 mil veículos, e o movimento cresce à taxa de 1% ao ano. Segundo ele, são consideradas prioritárias três obras para desafogar a ponte. A construção do viaduto ligando a ponte à Linha Vermelha, no Rio, um mergulhão em frente ao Porto de Niterói e a duplicação da Avenida do Contorno (BR-101), de responsabilidade da concessionária Autopista Fluminense. Os projetos já foram encaminhados à (ANTT) para aprovação, mas ainda não há previsão de início.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...