sexta-feira, 23 de julho de 2010

EM DIAS DE CHUVA, PASSAGEIROS USAM SOMBRINHAS NOS ÔNIBUS DA TRANSMIL



Embora seja uma queixa publicada no ano passado, vale a pena publicá-la diante da persistência das irregularidades da Trans1000, que há dois anos não renova sua frota, não tem ônibus adaptados para deficientes e seus carros velhíssimos - vários obtidos até de terceira ou quarta mão - oferecem até insegurança aos passageiros, sobretudo por causa dos pneus carecas.

Este relato, publicado na Revista do Ônibus, em 29 de maio de 2009, mostra o drama que é pegar um ônibus da Transmil em dias de chuva, porque as goteiras causam tamanho incômodo que faz até com que os passageiros peguem seu guarda-chuva e abram dentro dos referidos veículos.

Tudo na Transmil é ruim, descontando a simpatia e a dedicação dos rodoviários (que sabem o drama que é trabalhar numa empresa dessas e dirigir ônibus que são piores do que muito caminhão de frete surrado), e aqui está o trecho que descreve o drama dos passageiros nos momentos pluviais:

"Segundo os passageiros que enviam suas reclamações por e-mail ao nosso Alô Redação, alguns ônibus da empresa que são equipados com ar condicionado, operam a linha 478 - Mesquita x Central (Parador) com o ar desligado, e nos dias de chuva, causam goteiras em todo o interior de alguns coletivos, obrigando os passageiros há utilizarem sobrinhas dentro do coletivo, afim de que não se molhem".

O texto também denuncia as demoras nas esperas dos ônibus que atendiam Queimados, mas recentemente a Transmil perdeu a concessão das linhas do município, agora entregues aos ótimos ônibus da Transportes Blanco, favorita para assumir também as linhas de Mesquita para o Centro do Rio (005, 478 e 479B) e a 479 Nova Iguaçu / Parada de Lucas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...